Quarta, 18 Novembro 2015 00:00

Para fugir do rebaixamento, Avaí e Joinville fazem clássico na Ressacada Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, Avaí e Joinville duelam na Ressacada, às 21h (de Brasília), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, em um confronto que pode ser decisivo na luta das equipes contra o rebaixamento. Enquanto o Avaí quer se manter fora da zona da degola e abrir distância para os quatro últimos colocados, o Joinville precisa vencer para tentar deixar a lanterna da competição.

O Avaí tem 35 pontos e está na 16ª colocação, um ponto e uma posição à frente do Goiás, primeiro clube na zona de rebaixamento. Nos últimos cinco jogos, empatou apenas dois e perdeu as outras três partidas e a sequência negativa resultou na demissão do técnico Gilson Kleina.

Para substituir o ex-treinador do Palmeiras, a diretoria avaiana colocou Raúl Cabral no comando do time. Essa será a quarta passagem do técnico na equipe. O lateral-esquerdo Romário contou como a equipe deve atuar sob o comando do interino, que tem um estilo de jogo diferente de Kleina.

 

"Com o Raul mudou um pouco o trabalho porque ele quer a posse da bola. O professor Gilson queria que a gente atacasse mais, sem se importar tanto com a isso. É uma mudança de filosofia. Temos que trabalhar para assimilar essa nova filosofia e ter sucesso nesses últimos quatro jogos", explicou o lateral.

Sobre o confronto com o Joinville, Romário não fugiu da responsabilidade e ressaltou a importância do confronto. "Será uma decisão. Uma final para a gente. Temos que encarar o jogo como os últimos das nossas vidas e procurar fazer tudo o que a gente não estava fazendo nas últimas partidas para sair com a vitória. O professor Raul vem tentando corrigir os erros dos jogos anteriores tanto ofensivamente quando defensivamente", concluiu.

 

O Joinville também está numa situação incômoda a tabela. Com 31 pontos, a equipe está na última colocação do Brasileiro, cinco pontos atrás de seu rival desta quarta-feira. Para dificultar, o técnico PC Gusmão reconheceu que a mudança de técnico pode resultar em um Avaí ainda mais motivado em campo.

 

"O que muda é que jogadores que o Kleina não usava estarão motivados. Isso é básico, não posso falar muito porque não sei direito por não estar lá dentro. A troca por um interino coloca uma responsabilidade maior no grupo, que geralmente era só do treinador. Tudo isso vai influenciar para eles, mas não pode no nosso lado. Temos os nossos problemas para resolver em campo, não podemos estar menos, mas mais motivados que eles. Até porque a situação deles na tabela é um pouco melhor que a nossa", disse o comandante.

 

Sobre a sequência neste Brasileirão e como não cair para a Série B, o volante Naldo ressaltou a importância de vencer os confrontos restantes contra adversários diretos na luta contra o rebaixamento. "A tabela pode nos ajudar, porque a gente enfrenta o Avaí e, depois, a gente enfrenta o Vasco. Só vai depender da gente. Se a gente colocar em prático tudo o que vem treinando, vamos fazer os resultados positivos", frisou o volante.

 

 

 

 

 

 

Fonte: ESPN            Foto: Gazeta Press

Lido 2294 vezes Última modificação em Quarta, 18 Novembro 2015 11:36

Pesquise no site

Amigos online

Temos 878946 visitantes e Nenhum membro online